Planejamento financeiro empresarial: como fazer e deixar sua empresa no verde

A falta de planejamento financeiro pode ser letal. No Brasil, uma a cada quatro empresas fecha antes de completar dois anos. Saiba como evitar isso e deixar sua empresa no verde.

Teoricamente, o planejamento financeiro deveria ser um dos primeiros passos antes do nascimento propriamente dito de uma empresa. Na prática, não é isso que acontece.

Mesmo em empresas com anos de existência, é comum encontrar casos em que não há um controle financeiro bem feito, quiçá qualquer forma de planejamento.

Com isso, o empreendedor corre o risco de ver o seu caixa se esvaziar e acumular dívidas. Dependendo da intensidade do problema, é possível que a empresa precise ser fechada.

Para evitar que isso aconteça, você precisa estar preparado. Além de ter pleno conhecimento de sua própria empresa e de seus processos, é necessário entender a linguagem do dinheiro.

Nesse ponto, o planejamento financeiro serve como um guia que mostrará o caminho mais seguro para sua empresa, prevendo desafios e te deixando preparado para possíveis contratempos.

O dinheiro é pra ser um amigo, não uma dor de cabeça.

Neste artigo, você verá:

O que é Planejamento Financeiro Empresarial?

Como deixar sua empresa no verde?

O que é Planejamento Financeiro Empresarial?

O Planejamento Financeiro é, na prática, um documento que descreve as diretrizes que precisam ser seguidas para que um negócio seja rentável.

Tais diretrizes incluem a previsão de gastos, ganhos, possíveis investimentos e outras formas de movimentação no financeiro.

Além disso, o Planejamento Financeiro também leva em consideração meios de controle e monitoramento para que o gestor entenda o verdadeiro estado da saúde financeira do seu negócio.

Usando o plano financeiro como guia, você pode definir metas realistas para sua empresa, projetar diferentes cenários e pensar em diversos planos de ações de acordo com o dinheiro em caixa.

Em síntese, o Planejamento Financeiro servirá como um guia para uma melhor gestão dos recursos financeiros do seu negócio. Tendo plena noção das entradas e saídas do caixa, você terá mais segurança na hora de investir tais recursos de variadas formas.

Como deixar sua empresa no verde?

O caminho para a saúde financeira é longo, mas recompensador. Ele não exige apenas uma ação, mas um conjunto de hábitos que incluem todos os braços da empresa.

Da mesma forma, as benesses dos cultivos desses hábitos e ações irão influenciar positivamente todo o seu negócio. Abaixo, falaremos sobre os passos mais importantes para fazer o Planejamento Financeiro da sua empresa e deixá-la no verde.

  1. Conheça a situação da sua empresa

Pode parecer óbvio, mas muitos empreendedores ignoram essa parte. É imprescindível que você tenha consciência do estado atual do seu negócio.

Isso envolve conhecer os pontos fortes e fracos, posicionamento no mercado, produtos e/ou serviços oferecidos, relação com os clientes, entre outros.

A relação com fornecedores também é de extrema importância, além da situação interna da empresa e da equipe de colaboradores.

Todos esses pontos influem na área contábil, seja em gastos que poderiam ser reduzidos com uma renegociação, assim como numa possível alteração de preço de diferentes produtos.

No entanto, tal exercício de conhecimento não deve ser puramente conceitual. Você precisa de números e, neste momento, uma boa ferramenta é essencial.

Muitos gestores usam o Excel para montar planilhas, mas ferramentas como as da Omie pode ajudar ainda mais.

Tendo escolhido a ferramenta, você deve registrar tudo que envolve o financeiro de sua empresa. Custos fixos e variáveis, investimentos, gastos com estoque, faturamento, etc.

Finalmente, você terá em mãos um documento mostrando o estado atual da saúde financeira do negócio. Chegou a hora de se planejar para o futuro.

  1. Projete o futuro financeiro

Com o conhecimento do presente e passado da sua empresa, você pode se preparar para construir um futuro mais sólido. Usando as mesmas ferramentas de antes, comece determinando quanto você pretende faturar durante certo período de tempo.

Recomenda-se que você planeje cerca de um ano, tendo ainda planos menores mês a mês. Dessa forma, você não fica soterrado por uma grande meta, mas tem a possibilidade de ir cumprindo pequenos objetivos ao longo do tempo.

Agora, reavalie os seus gastos e, de acordo com a prioridade (link gut aqui), veja o que pode ser reduzido ou mesmo cortado. Além disso, estude sobre o que talvez seja necessário investir para atingir o faturamento desejado.

Talvez você precise, por exemplo, comprar uma nova máquina para seu negócio. Como essa compra pode ser feitas nas melhores condições possíveis para preservar a saúde financeira do seu negócio e ainda promover um maior faturamento?

Dessa forma, você pode partir para o próximo passo.

  1. Espere o inesperado

Esperar o inesperado não se trata de ser pessimista, mas estar preparado para mudanças. Mesmo com todos os planos, nós não podemos prever o futuro e o cenário pode mudar a qualquer momento.

Sendo assim, planejar diferentes ações no setor financeiro é essencial. Imagine cenários distintos e defina ações a serem tomadas caso tais cenários se concretizem.

Nesse sentido, recomendamos o planejamento baseado em três situações diferentes: otimista, realista e pessimista. Dessa forma, o seu negócio estará preparado para o que quer que venha.

  1. Mãos à obra

Com todo o planejamento financeiro feito, chegou a hora de pôr as ideias em prática. Aqui, outros meios de planejamento se mostrarão essenciais para a boa execução dos planos.

Além disso, você precisa estar atendo. Como visto no terceiro quesito, é necessário que o gestor se prepare para imprevistos e, dentro desse aspecto, é essencial que se avalie o desenvolvimento financeiro da empresa ao longo do tempo.

Além de determinar marcos e pequenos objetivos ao longo dos meses, o uso de ferramentas adequadas é importantíssimo para um monitoramento econômico e inteligente.

Sendo assim, a Omie traz uma ferramenta de gestão inteligente, que vai te auxiliar de forma intuitiva e com um suporte sempre ativo.

Com tudo que foi dito, você certamente estará mais preparado para fazer o Planejamento Financeiro da sua empresa, alongando a vida do seu negócio. Caso precise de ajuda, não se preocupe: podemos te auxiliar aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Rolar para cima