O que é a Curva ABC? Entenda tudo sobre!

Organizar os estoques da empresa pode ser uma dor de cabeça. Porém, metodologias como a Curva ABC podem te ajudar a superar esse desafio.

Já falamos sobre a gestão de estoque aqui. Ela nada mais é que o processo organizacional que garante o controle sobre o número de mercadorias e matérias-primas que entram e saem da empresa.

Dessa forma, uma boa gestão de estoque é essencial para que o gestor evite gastos desnecessários e compre com sabedoria. Produtos que se acumulam nas prateleiras geram custos e não oferecem retorno.

Ao mesmo tempo, um produto em falta pode representar uma venda que não será concretizada, afetando diretamente o faturamento do seu negócio.

Sendo assim, fica evidente que se faz necessário estocar produtos na medida certa, sabendo identificar os que tem maior saída e quais costumam vender menos. Dessa forma, o gestor encontra um ponto de equilíbrio, fortalecendo a saúde financeira do seu negócio.

Para isso, existem várias ferramentas e metodologias que podem ajudar. Focaremos aqui numa metodologia conhecida como Curva ABC. Quer entender tudo sobre o tema? É só avançar na leitura!

Neste artigo, você verá:

O que é a Curva ABC?

A classificação de produtos a partir da Curva ABC

Tomada de decisões com auxílio da Curva ABC

A Curva ABC para clientes

O que é a Curva ABC?

A Curva ABC é um método para classificar e organizar diferentes itens de acordo com o grau de importância dentro da empresa. Isso auxilia na visualização de dados e tomada de decisões, algo que lembra a Matriz GUT.

No contexto da gestão de estoque, a Curva ABC serve para visualizar todos os produtos de uma empresa e classificá-los a partir de sua importância para o negócio. Essa classificação pode ser feita a partir dos preços de custo ou de venda, por exemplo.

No entanto, o simples custo ou valor de venda de um produto não é o suficiente para fazer uma boa classificação de estoque. O gestor precisa levar em conta questões como o volume de vendas, o volume do estoque e o lucro advindo de cada produto.

Dessa forma, torna-se possível fazer um cruzamento de dados para finalmente classificar e organizar os produtos de acordo com o impacto dentro do negócio.

A classificação de produtos a partir da Curva ABC

Com os dados levantados, chega o momento de ver a utilidade prática da Curva ABC. Nesse momento, você já deverá saber o volume dos produtos em estoque, seus preços de compra e venda, além do volume de vendas.

Finalmente podemos partir para a classificação ABC. Tal classificação nada mais é que o rankeamento dos produtos feito de uma maneira prática e de fácil visualização.

De forma geral, os produtos que dão maior retorno são classificados como A. Os que dão um retorno mediano são B, enquanto os produtos de menor retorno se encaixam no grupo C.

Mas como determinar exatamente qual nível de retorno é alto ou baixo? Como saber se determinado produto pertence ao grupo A ou B? Vamos explorar isso agora.

Produtos da Curva A

Aqui estão os produtos de maior importância para sua empresa. Para encontrá-los, usamos como base o Princípio de Pareto, que nos diz que 80% dos efeitos advém de 20% das causas.

Trazendo para o universo da sua empresa, isso quer dizer que 80% do faturamento existe em decorrência de 20% de seu estoque. Os produtos existentes nesses 20% são aqueles que você deverá destinar maior atenção.

São esses produtos que mais contribuem para o desenvolvimento de sua empresa, dando satisfação ao cliente e garantindo retorno financeiro.

Portanto, são exatamente esses produtos que devem receber uma dose a mais de priorização, pois sem eles seu negócio ficaria 80% mais fraco e despreparado para os movimentos do mercado.

Produtos da Curva B

Aqui estão os produtos de importância mediana para seu negócio. Em média, representam 30% do estoque, trazendo como retorno cerca de 15% do faturamento.

Obviamente eles têm a sua importância dentro de sua empresa, não podendo ser esquecidos. Ainda assim, caso uma decisão tenha que ser tomada, os produtos da Curva A devem ser privilegiados.

Produtos da Curva C

Aqui residem os produtos de menor importância da sua empresa. Na verdade, são também os que ocupam o maior espaço no estoque: cerca de 50% do espaço total. O faturamento, no entanto, é baixo: apenas 5%.

São esses produtos que costumam entrar em “saldões” para queima de estoque, tendo em vista o pouco retorno que dão e os malefícios de tê-los acumulados no estoque.

Tomada de decisões com auxílio da Curva ABC

Com todos esses dados em mente, uma questão ainda fica no ar: como isso auxilia a tomada de decisões? Afinal, o que muda saber que tal produto está na curva A, enquanto outro está na curva C?

É simples. Baseado nos levantamentos feitos, o gestor poderá tomar a decisão certa quanto a comprar determinado produto ou fazer promoções de outros.

Por exemplo, caso haja um determinado item da Curva A em falta, ele torna-se prioridade para suprir o estoque, pois tem um alto retorno para o negócio.

Por outro lado, produtos da Curva C são comumente escolhidos para fazerem parte de queimas de estoque e outras promoções.

Os itens da Curva B aparecem como o meio termo entre os extremos, podendo auxiliar tanto em promoções como em reposições de estoque.

A Curva ABC para clientes

Apesar de ser comumente associada a gestão de estoque, a Curva ABC também serve para categorizar outros elementos. Um dos exemplos mais práticos se dá com a clientela de sua empresa.

A lógica ainda é a mesma: 20% dos clientes serão responsáveis por 80% do faturamento. Dessa forma, podemos classificá-los da seguinte forma:

  • Cliente A: São os clientes mais assíduos da empresa. Eles compram, retornam e ainda recomendam o seu negócio. Além disso, compram produtos em maior quantidade ou mesmo os mais caros. Representam 80% do faturamento;
  • Cliente B: Responsáveis por 15% do faturamento, não são tão assíduos quanto os clientes da categoria A, mas ainda compram com alguma frequência;
  • Cliente C: Possivelmente pessoas que visitam seu negócio de forma rara e esporádica, ou talvez que consumam apenas os produtos mais baratos. Representam cerca de 5% do faturamento.

Da mesma forma que ocorre ao lidar com o estoque, a classificação de clientes ajuda a definir promoções e estratégias.

Além da Curva ABC, avaliar o desempenho da sua empresa é essencial para tomar boas decisões. Clique aqui e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Rolar para cima