Entendendo o que é o Planejamento Tático

O Planejamento Tático se mostra uma das formas de ter maior controle e garantir melhores resultados na sua empresa. Descubra como a seguir!

Já falamos aqui sobre os diferentes tipos de planejamento utilizados na empresa. Cada um deles tem uma função específica, trazendo diferentes vantagens e otimizando as ações a serem tomadas no seu negócio.

O Planejamento Estratégico, por exemplo, lida com questões mais gerais e a longo prazo, servindo como uma bússola para a empresa na definição de metas e esforços coletivos a serem feitos.

Por outro lado, o Planejamento Operacional lida com os processos do dia-a-dia, as ações que podem ser micro-gerenciadas e divididas entre as subdivisões de cada setor da empresa.

Mas onde entra o Planejamento Tático? Como ele pode ajudar sua empresa? Siga a leitura e saiba tudo sobre!

Neste artigo, você verá:

O que é Planejamento Tático?

Por que fazer um Planejamento Tático?

Como fazer um Planejamento Tático para sua empresa?

O que é Planejamento Tático?

Estando no meio termo entre o Planejamento Estratégico e o Operacional, o Planejamento Tático lida com metas de médio prazo, geralmente devendo ser cumpridas em até três anos.

Sua abrangência é restrita a cada setor da empresa, de forma que cada área tem o seu próprio Objetivo Tático. Tais objetivos táticos servem de suporte aos Objetivos Estratégicos da empresa.

Dessa forma, as ações dos diferentes setores do seu negócio deverão servir a um propósito maior, de forma que o Planejamento Tático não funciona de forma isolada, mas está em constante comunicação com os outros tipos de planejamento.

Para começar a entender na prática o Planejamento Tático, é interessante que você comece a questionar possíveis caminhos a serem seguidos pelas mais variadas áreas da sua empresa. Seguem algumas perguntas que podem te ajudar no processo:

  • O que fazer?
  • Como fazer?
  • É possível fazer?
  • Até quando fazer?

Olhando de forma isolada, tais perguntas podem parecer desconexas. No entanto, vale lembrar: elas se ligam diretamente ao objetivo central de seu negócio. A função delas, na prática, é definir como cada setor da empresa irá agir para o cumprimento de tal objetivo.

Sendo assim, o setor de Marketing pode ter, por exemplo, o objetivo de ampliar o alcance da empresa nas redes em 30%. Por outro lado, a área de Vendas poderá ter como meta aumentar o faturamento em 15%.

O importante é que os diferentes objetivos estejam em consonância com a estratégia escolhida para a empresa.

Além disso, é importante lembrar que tais objetivos precisam ser exequíveis pela área operacional do negócio. É lá que os processos serão ajustados para o cumprimento dos mais diversos objetivos.

Com tudo isso alinhado, o progresso do Planejamento Tático é garantido.

Por que fazer um Planejamento Tático?

O Planejamento Tático tem tanta importância quanto qualquer outra forma de planejamento na sua empresa.

Sem um plano bem estabelecido, o gestor corre o risco de ficar cego não só em relação ao estado atual da empresa, mas quanto aos próximos passos a serem dados.

Essa falta de previsibilidade pode causar sérios danos ao negócio. Inseguros, os próprios colaboradores não enxergam o melhor caminho a ser seguido, atrapalhando até mesmo os projetos e processos em curso.

De forma mais específica, o Planejamento Tático dá um senso de visão para cada um dos setores da empresa, de forma que cada área ganha ações claras a serem executadas, além de um objetivo a ser cumprido.

Isso é um fato que não dá apenas motivação, mas também revela o que não deve ser feito. Por si só, isso já atenua possíveis erros e caminhos problemáticos que poderiam ser tomados caso não houvesse planejamento.

Por último, o Planejamento Tático auxilia diretamente o Planejamento Operacional, permitindo que você defina com clareza quais processos serão priorizados em cada setor do seu negócio.

Dessa forma, ele se mostra como um plano intermediário entre as áreas mais gerais e específicas da sua empresa, sendo uma engrenagem necessária para seu pleno funcionamento.

Como fazer um Planejamento Tático para sua empresa?

A construção de um Planejamento Tático envolve quatro etapas. São elas: análise, brainstorming, reflexão e ação. Cada etapa tem a função de solidificar os conhecimentos e auxiliar na tomada de decisões acertadas para a empresa.

Dessa forma, torna-se possível fazer um plano com eficiência e eficácia, permitindo ações que trarão resultados positivos para seu negócio.

Análise

A análise é um momento de diagnóstico. Cada setor da empresa deverá reunir os colaboradores envolvidos para que eles façam uma análise profunda sobre os acertos e desafios da área em questão.

Além disso, é importante entender sobre como o desempenho de tal setor pode estar contribuindo (ou atrapalhando) para o desenvolvimento do negócio como um todo, além do cumprimento de seus objetivos estratégicos.

Apesar de ser importante que se tenha uma visão holística da empresa, nesse momento o ideal é que cada setor seja responsável pela sua própria análise.

Dessa forma, as pessoas que mais sofrem com os desafios da área podem falar com clareza, podendo ainda demonstrar os pontos fortes do setor em questão.

Brainstorming

Brainstorming pode ser traduzido como “tempestade de ideias”. Na prática, é uma reunião em que os envolvidos apresentam variadas ideias sem se preocupar com a aplicabilidade nesse momento.

No âmbito da empresa, cada setor reúne seus funcionários e gestores para discutir o que pode ser feito para sanar os problemas e otimizar os processos de suas respectivas áreas.

A tempestade de ideias busca trazer um grande número de possíveis soluções, de forma que o grupo ganhe opções para cumprir os diferentes objetivos.

Reflexão

É na reflexão que a aplicabilidade das ideias apresentadas no brainstorming é levada em conta. Aqui há uma análise crítica de tudo que foi apresentado, de forma que muitas das ideias tendem a ser descartadas, mas não por completo.

Durante a reflexão, elementos úteis de diferentes pensamentos são levados em conta, a fim de construir uma solução que seja coerente e aplicável.

Nesse momento (assim como em todos os outros), uma comunicação transparente é essencial para encontrar as melhores soluções.

Ação

Por último, vem a aplicação da ideia definida. Deve-se montar um cronograma e até mesmo começar a pensar num Plano Operacional. Posto o Planejamento Tático em prática, mantenha-se vigilante e avalie os resultados com o tempo.

Está pronto para fazer o Planejamento Tático na sua empresa? Caso precise de ajuda no diagnóstico, saiba que nós podemos ajudar! Clique aqui para saber mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Rolar para cima