4 indicadores de desempenho que toda empresa de sucesso precisa acompanhar

Sem uma noção exata do estado da sua empresa, as tomadas de decisão ficam prejudicadas. Os indicadores de desempenho podem te auxiliar nisso. Descubra como!

Pode soar repetitivo, mas é real: o primeiro passo para ter uma empresa de sucesso é conhecê-la a fundo. Isso inclui questões como a missão, valores e outros atributos que já falamos aqui.

Porém, há algo a mais que precisa ser feito. Além de conhecer os elementos fundamentais do seu negócio, o gestor precisa planejar, tomar decisões e executar ações com eficácia.

O problema, no entanto, é que mesmo com planos, decisões e ações, muitos empresários não sabem mensurar se estão indo pelo caminho correto. Em outras palavras, não conseguem descobrir o verdadeiro desempenho do seu negócio.

Os indicadores de desempenho existem exatamente para ajudá-lo nesse ponto. Está pronto para saber mais?

Neste artigo, você verá:

O que são os indicadores de desempenho?

4 indicadores de desempenho essenciais

Indicadores de lucratividade

Indicadores de eficácia

Indicador do valor de ticket médio

Indicadores estratégicos

O que são os indicadores de desempenho?

Comumente chamados de KPIs (Key Performance Indicators), os indicadores de desempenho são ferramentas de gestão que servem como métrica para determinar a níveis quantitativos e qualitativos o grau de sucesso de um projeto, processo ou setor.

Existem vários tipos de indicadores de desempenho, cabendo ao gestor entender qual o mais adequado para as diversas avaliações que uma empresa necessita.

Como se trata de uma fonte de informação, a boa escolha de um indicador de desempenho é essencial para a plena compreensão dos diferentes desafios do seu negócios.

Um bom indicador, mas aplicado à área errada, pode levar a interpretações pouco realistas em relação a sua empresa. Dessa forma, podemos entender os indicadores desempenho com instrumentos.

São úteis e necessários, mas é importante entendê-los a fundo para uma aplicação adequada, potencializando resultados positivos e evitando danos.

4 indicadores de desempenho essenciais

Agora que você já sabe o que os indicadores de desempenho são de uma maneira geral, chegou o momento de entender algumas de suas especificidades.

Como já falamos, não existe apenas um indicador de desempenho, mas uma enorme gama que permite medir quantitativa e qualitativamente o progresso (ou regresso) em diferentes campos do seu negócio.

Apesar de existirem muitos indicadores (e a cada dia surgirem novos), permitindo que você tenha um conhecimento pleno do estado atual do seu negócio, focaremos nos essenciais, aqueles imprescindíveis para qualquer empresa, independente do porte.

Os indicadores aqui falados serão os seguintes:

  • Indicadores de lucratividade;
  • Indicadores de eficácia;
  • Indicador do valor de ticket médio;
  • Indicadores estratégicos.

Dessa forma, você terá um bom conhecimento introdutório para aplicar os indicadores no seu próprio negócio.

Indicadores de lucratividade

Um faturamento alto não quer dizer que seu negócio está financeiramente saudável. Por mais que faturar cada vez mais seja bom, deve-se ter cuidado e avaliar os custos necessários para atingir esse faturamento.

Quanto você gasta com custos fixos e variáveis, funcionários, investimento em maquinários e outras coisas? Tudo isso sai do caixa da empresa e, com frequência, faturar muito pode custar muito caro.

Mais importante que o faturamento é o lucro. Aí está um indicador de desempenho cheio de informações pertinentes. O lucro nada mais é que a diferença entre faturamento e gastos da sua empresa.

Com isso, você consegue descobrir o seu ROI e a partir daí definir ações a serem tomadas.

Diferentemente do faturamento, o lucro nos dá várias opções para ser elevado. Você pode, por exemplo, cortar gastos desnecessários, flexibilizar processos ou mesmo iniciar um projeto de otimização da utilização de recursos.

Dessa forma, você reduz os gastos e, mesmo mantendo o faturamento, tem um aumento na lucratividade.

Outra opção é, por exemplo, elevar um pouco os gastos para treinar seus funcionários, mas de forma que eles possam ter maior produtividade, aumentando o faturamento a longo prazo e, com isso, o lucro.

Indicadores de eficácia

Apesar de lucro ser importante, não adianta lucrar bastante em determinado período caso você desenvolva uma relação negativa com sua clientela. Esse relacionamento mal desenvolvido acabará gerando consequências desastrosas no futuro.

É nesse momento que os indicadores de eficácia entram em prática. Eles podem se apresentar como pesquisas feitas na internet através de e-mail ou outros meios.

Sabe aqueles estabelecimentos que disponibilizam uma caixa de sugestões, onde o cliente pode escrever suas opiniões sobre o atendimento, qualidade, etc. e depositar a ideia de forma anônima? Isso já é um bom exemplo de indicador de eficácia.

Ouvindo seu cliente, você entenderá como melhorar e compreenderá seus pontos mais fortes. Além disso, conseguirá prever quais as chances dos clientes voltarem a negociar com você, assim como a possibilidade deles lhe recomendarem para outras pessoas.

Indicador do valor de ticket médio

Largamente utilizado na área de vendas, o indicador de ticket médio está completamente relacionado ao comportamento do cliente em relação ao seu produto.

No entanto, aqui não falamos o mesmo em relação aos indicadores de eficácia. Enquanto eles se referiam a satisfação do cliente, o valor do ticket médio indica quanto cada cliente contribui para o faturamento da empresa.

Para isso, basta definir um período e então fazer a divisão do faturamento do período pelo número de clientes atendidos. No entanto, o indicador não para por aí.

Você poderá identificar os chamados “clientes ideias”, aqueles que consomem seus produtos e/ou serviços com frequência, retornando e fazendo recomendações. Esses são seus clientes mais valiosos e fiéis.

Por outro lado, há clientes que ainda não confiam plenamente na sua empresa, podendo partir para um concorrente a qualquer momento.

Com a informação do ticket médio, você pode medir esforços e investimentos para segmentar a clientela em suas diferentes classificações, pensando em estratégias diversas para agradar os diferentes tipos de pessoa.

Sendo assim, você consegue oferecer um atendimento diferenciado, elevando a satisfação e aumentando cada vez mais o número de clientes ideias.

Indicadores estratégicos

Um dos fundamentos de uma empresa de sucesso é ter metas e um planejamento bem delineado. Já falamos dos vários tipos de planejamento aqui e sempre lembramos que é importante ter indicadores de desempenho para saber se está no caminho certo.

No que tange os indicadores estratégicos, eles se apropriam de diferentes metas – como, por exemplo, determinada taxa de crescimento – e dividem em metas menores, a fim de garantir ganhos visíveis mês a mês.

Dessa forma, uma escola que quer aumentar em 12% o número de alunos inscritos (e assim aumentar o faturamento e possivelmente o lucro) deve olhar para quantas inscrições deve ter mensalmente.

Sendo assim, no oitavo mês do ano, os gestores da empresa conseguem mensurar se a meta será atingida ou se esforços maiores serão necessários.

Está preparado para usar os indicadores de desempenho para avaliar o estado do seu negócio? Uma Consultoria Empresarial pode te ajudar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Rolar para cima